SEMINÁRIO – “Exercício Físico, Saúde e Bem-Estar” – TONDELA 2019

Os parceiros que sustentam o Programa “Saúde em Dia” – Combate ao Sedentarismo, ao Isolamento e Solidão no Concelho de Tondela, não se deslumbram com os reconhecimentos (enormes) que têm surgido, dentro e fora do País. Com eles ganha-se motivação acrescida, para continuarmos a criar desafios, indo ao encontro das necessidades dos nossos concidadãos.

De Centro de Marcha e Corrida, para Centro de Exercício Físico Saúde e Bem-Estar, é uma alteração que não se resume à mudança na designação de um projeto que angariou enormes e abrangentes reconhecimentos é, isso sim, a evolução natural do trabalho em prol dos cidadãos, dos nossos Munícipes, indo ao encontro das suas necessidades sociais e dos seus anseios numa saúde melhor e numa, crescente e melhorada, qualidade de vida.

Tornar mais ativo e saudável o envelhecimento da população (período da vida que a todos aguarda e todos, afinal, pretendem chegar lá), é um objetivo permanente, numa “corrida” sustentada cujo sucesso se alcança em cada etapa, fruto de uma grande e motivada equipa de parceiros, desde os Técnicos de Exercício Físico, aos Médicos e demais profissionais de Saúde das Unidades de Saúde do Concelho, passando pelas Instituições promotoras dos projetos locais (Juntas de Freguesia, IPSS, Associações/Clubes, outras) e demais colaboradores Institucionais.

Este Seminário proporcionará uma Formação atual e especializada, para quem está ligado a estes domínios: do Exercício Físico à Saúde, dos Cuidados Sociais prestados por Cuidadores e outros Profissionais aos cidadãos mais idosos até, naturalmente, aos outros grupos de cidadãos (novos e menos novos) porque, afinal, todos somos candidatos a chegar a esta faixa etária do envelhecimento. Todos ganharemos novos conhecimentos constatando novas técnicas, para que esse período da vida, o envelhecimento, seja um período verdadeiramente ativo, capaz de gerar mais saúde e qualidade de vida.

O Seminário do Desporto é muito mais do que isso. É um momento importante e fundamental para a Saúde e Bem-Estar de uma Região.

Portanto, uma Formação para todos!

cartaz


PROGRAMA

horário atividade
13:30 Receção aos participantes
14:00 Sessão de abertura
14:15 Programa “Saúde em Dia”– CMEF-SABE (Centro Municipal Exercício Físico Saúde Bem-Estar)
Carlos Henriques – Mestre em Educação Física Ensino Básico e Secundário pela UTAD. Especialização em Gestão Desportiva FCDEF-UPorto. Chefe Divisão CMT.
14:30 PAINEL 1 – EXERCÍCIO CLÍNICO E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL. TEMPOS DE MUDANÇA NO SNS
    EVOLUÇÃO DO ESTADO DE SAÚDE EM DOENTES COM PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO ACOMPANHADO. PARCERIAS DE SUCESSO: UNIDADES SAÚDE/CMT/AEFDT
    Liliana Vaz Mendes - Licenciado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Médica Interna de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar (ARS Centro, USF Tondela). Rui Ferraz – Licenciado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Pós-Graduação em Medicina Desportiva, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Médico Interno de Formação Específica de Medicina Geral e Familiar na USF Tondela.
    SISTEMAS ALIMENTARES PARA CIDADES MAIS SUSTENTÁVEIS
    João Costa Leite - Doutorado em Nutrição Humana pela University College Dublin. Professor Auxiliar de Política Nutricional na Universidade Fernando Pessoa-Porto. Colaborador científico com o Joint Research Centre, Comissão Europeia
    EXERCÍCIO NA HIPERTENSÃO: DA EVIDÊNCIA CIENTÍFICA À APLICAÇÃO PRÁTICA
    Alberto Alves - Doutorado em Atividade Física e Saúde pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Mestre em Reabilitação Cardíaca pela Universidade de Essex no Reino Unido
15:45 DEBATE: Pedro Tavares - Mestre em Ciências do Desporto FCDEF-UPorto. Pós Graduação em Treino Personalizado-U Lusófona Lisboa.
INTERVALO (saudável)
16:00 PAINEL 2 – O PERCURSO DO PRATICANTE. A PRÁTICA INFORMAL E A IMPORTÂNCIA DO ACOMPANHAMENTO TÉCNICO
    ATIVIDADE FÍSICA, COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO E SAÚDE. A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DE ESTILOS DE VIDA ATIVOS
    Adilson Marques - Doutorado em Ciências do Desporto e em Ciências da Educação. Mestre em Saúde Pública (Membro da Equipa do PNPAF-Programa Nacional de Promoção da Atividade Física – Direção Geral de Saúde)
    "EFEITOS NEGATIVOS NA SAÚDE DOS PRATICANTES DE DESPORTO DE ALTA INTENSIDADE, A CURTO E LONGO PRAZO"
    Marco Gaspar Ramos De Abreu - PhD Student (Doutoramento em Treino Desportivo) - FCDEF – Universidade de Coimbra. Fisiologista do CDT.
17:30 DEBATE: Pedro Tavares - Mestre em Ciências do Desporto FCDEF-UPorto. Pós Graduação em Treino Personalizado-U Lusófona Lisboa.
17:45 Assinatura dos Protocolos com Promotores Locais dos Projetos “Saúde em Dia-2019”
Sessão de encerramento


ATIVIDADE FÍSICA, COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO E SAÚDE. A IMPORTÂNCIA DA PROMOÇÃO DE ESTILOS DE VIDA ATIVOS
ADILSON MARQUES

O estilo de vida atual faz com que sejam usadas cada vez menos as potencialidades corporais, como resultado do desenvolvimento e utilização das novas tecnologias na vida quotidiana. Importa promover a prática regular de atividade física, para contrariar os efeitos dos comportamentos sedentários na saúde.

Currículo (resumido):

  • - Doutorado em Ciências do Desporto e em Ciências da Educação.
  • - Mestre em Saúde Pública (Membro da Equipa do PNPAF-Programa Nacional de Promoção da Atividade Física – Direção Geral de Saúde)
  • - Professor na Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa


EXERCÍCIO NA HIPERTENSÃO: DA EVIDÊNCIA CIENTÍFICA À APLICAÇÃO PRÁTICA
ALBERTO ALVES

A presente comunicação tem como principal objetivo discutir o estado da arte sobre os efeitos agudos e crónicos do exercício aeróbio e resistido na pressão arterial, as recomendações para a prescrição de exercício físico na hipertensão arterial e a sua aplicação em diferentes contextos.

Currículo:

  • Licenciado em Educação Física e Desporto pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, Mestre em Reabilitação Cardíaca pela Universidade de Essex no Reino Unido, e Doutorado em Atividade Física e Saúde pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Desempenhou funções de Fisiologista do Exercício no Programa de Reabilitação Cardíaca do University Hospitals Coventry and Warwickshire NHS Trust. É coordenador do Mestrado em Exercício Físico e Saúde do Instituto Universitário da Maia (ISMAI) e membro integrado do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD). Tem como principais interesses de investigação o papel do exercício físico na prevenção e reabilitação de doenças crónicas. Publicou vários artigos científicos em revistas nacionais e internacionais e vários capítulos de livros. Participou como investigador em vários projetos de investigação financiados, alguns dos quais ainda estão a decorrer na área da hipertensão arterial. Colaborou ainda como revisor para várias revistas científicas nacionais e internacionais. A sua experiência docente abrange cursos de Licenciatura, Mestrado e Doutoramento e supervisão científica de estudantes de mestrado e doutoramento.


SISTEMAS ALIMENTARES PARA CIDADES MAIS SUSTENTÁVEIS
JOÃO COSTA LEITE

Num momento em que a sociedade procura responder aos enormes desafios para a sustentabilidade do planeta, a transformação dos sistemas alimentares é reconhecida pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável como uma prioridade global para a mitigação das alterações climáticas, preservação dos recursos naturais e promoção de saúde. Por outro lado, com a projeção do aumento da população urbana e as pressões do aquecimento global para a segurança alimentar, as cidades têm a responsabilidade de se preparar e afirmar como elementos fundamentais para responder a estes desafios.
Esta apresentação procura acima de tudo provocar discussões: Como podem as cidades do futuro ser mais resilientes e sustentáveis garantindo a saúde e bem-estar da sua população? Qual o papel dos governantes, instituições, indústria, produtores e sociedade civil neste período carente de mudança estrutural de uma sociedade? Que boas práticas e ferramentas poderão ajudar comunidades urbanas a mobilizar-se nesta transição de uma forma eficaz?

Currículo (resumido):

  • - Professor Auxiliar de Política Nutricional na Universidade Fernando Pessoa
  • - Investigador no Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS)
  • - Colaborador científico com o Joint Research Centre, Comissão Europeia
  • - Doutorado em Nutrição Humana pela University College Dublin
  • - Compositor, pianista e empresário agrícola


EVOLUÇÃO DO ESTADO DE SAÚDE EM DOENTES COM PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO FÍSICO ACOMPANHADO. PARCERIAS DE SUCESSO: UNIDADES SAÚDE/CMT/AEFDT

A luta contra as doenças cardiovasculares não é de agora. Os cuidados de saúde primários tem um papel fundamental nesta luta, sendo um trabalho árduo, exigente, ás vezes frustrante, não reconhecido algumas das vezes, mas muito compensador e gratificante na grande maioria das vezes. Por exemplo, na gestão da Diabetes ou HTA, o tratamento farmacológico é imprescindível na grande maioria das situações, mas também será imprescindível a adoção de um "estilo de vida saudável", sendo importante transmitir aos doentes esta responsabilidade partilhada na gestão das suas doenças. É de fato uma mais valia a existência local de todos estes programas que em parceria e bem aproveitados por todos nos ajudam a ganhar vidas todos os dias.

LILIANA VAZ MENDES
Currículo (resumido):

  • - Licenciada em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.
  • - Médica Interna de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar (ARS Centro, USF Tondela).

RUI FERRAZ
Currículo (resumido):

  • - Licenciado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
  • - Pós-Graduação em Medicina Desportiva, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
  • - Médico Interno de Formação Específica de Medicina Geral e Familiar na USF Tondela.



EFEITOS NEGATIVOS NA SAÚDE DOS PRATICANTES DE DESPORTO DE ALTA INTENSIDADE, A CURTO E LONGO PRAZO
MARCO GASPAR RAMOS DE ABREU

Nas últimas décadas, assentes na evolução da sociedade, as premissas sobre a atividade física foram sendo sucessivamente alteradas, a população mudou radicalmente os seus hábitos diários e passamos a ter uma sociedade essencialmente sedentária, com um "lifestyle" que em nada foi benéfico para a sua saúde.
Na atualidade e considerando a importância da promoção da saúde pública, para o desenvolvimento social e económico das sociedades modernas, a atividade física foi considerada como um dos fatores mais elementares para acabar com o efeito do sedentarismo e a minimização do impacto deste na condição de saúde das populações, controlando doenças crónicas, que têm um impacto altamente negativo tanto na produção e desenvolvimento da sociedade como na sua saúde em geral.
A Atividade Física como promoção de saúde, passou então a ser essencial para a sociedade, tendo sido aproveitada a evolução da tecnologia e dos media para a realização de imensas campanhas de promoção, assim como a divulgação de eventos e competições desportivas, a nível nacional e internacional, tal como a divulgação do espírito Olímpico.
Em paralelo a este fenómeno, o desporto de competição, tem também tido uma evolução muito positiva na sociedade, existem mais meios físicos e materiais para o desenvolvimento de competições e eventos desportivos, a sociedade encontra no desporto de competição uma forma de promoção pessoal e de desafio perante os demais.
Atualmente a atividade física passou, não só, a ser uma forma de promoção de saúde e bem-estar, para ser uma forma de desafio pessoal, do ultrapassar os limites da idade, sensação de poder, em que muitos não olham a meios para atingir os fins e vão muito além do expectável para a sua condição física e idade, praticam a atividade física de forma excessiva e desproporcional, ultrapassando largamente as suas próprias capacidades físicas, sem os devidos aconselhamentos e cuidados de programação e seleção de cargas de treino e de competição, nutricionais, de recuperação, entre outros aspetos fundamentais, para que a sua prática desportiva não tenha efeitos negativos, tanto agudos, no pós-treino e provas, como crónicos, que levarão ao desenvolvimento de futuras patologias, que poderão ter um efeito altamente nefasto na sua qualidade de vida.

Currículo (resumido):

  • - PhD Student ( Doutoramento em Treino Desportivo) - FCDEF – Universidade de Coimbra
  • - Licenciado em Educação Física - IPV – Instituto Politécnico de Viseu
  • - Erasmus com Estágio em Segóvia – Madrid – Espanha – Universidade de Valladolid
  • - Licenciado em Educação Física – FCDEF – Universidade de Coimbra
  • - Mestrado em Treino Desportivo – FCDEF – Universidade de Coimbra


INSCRIÇÕES
Online

Faça a sua inscrição no Seminário de Desporto AQUI

"ACREDITAÇÃO" pelo IPDJ-Instituto Português do Desporto e Juventude. "Unidades de Crédito" para cédulas profissionais de: DT-Diretores Técnicos e TEF-Técnicos de Exercício Físico, participantes.


LOCALIZAÇÃO
Contactos

O Seminário decorrerá no Auditório Municipal (Tondela), na Rua Comendador Alberto Cardoso de Matos.

Município de Tondela
Gabinete de Desporto
Telf. 232 811 110
E-mail: desporto[arroba]cm-tondela.pt