A+ A A-
13 maio 2022

Hidrogénio dado a conhecer como alternativa económica sustentável

O concelho de Tondela recebeu, durante a tarde de hoje, a iniciativa “Roteiro do Hidrogénio”, direcionada para o tecido empresarial e institucional.

A sessão, que decorreu no Auditório Municipal, teve como objetivo estimular o interesse e o conhecimento científico e tecnológico do hidrogénio, assim como posicioná-lo como elemento fundamental no novo paradigma energético mundial e nacional, atraindo e dinamizando o tecido empresarial e industrial para uma trajetória de maior valor acrescentado em produtos verdes e inovadores.
A presidente da Câmara Municipal de Tondela, Carla Antunes Borges, destacou, durante a sessão, a importância desta iniciativa a nível local “com o objetivo de levar às empresas uma mensagem importante: olhar para o ambiente de forma sustentável com a preocupação da autossustentabilidade energética”.
“A nossa pegada ecológica é uma preocupação diária”, realçou a autarca, acrescentando que “este é o momento oportuno para discutir a questão da descarbonização”.
“O Município de Tondela, alinhado com aquilo que é a estratégia regional e nacional tem vindo, ao longo dos últimos anos, a dar passos firmes, seguros, bastante promissores e inovadores neste domínio”, referiu a presidente. Como exemplos do trabalho desenvolvido destacou a constituição do aterro sanitário, a construção de parques eólicos e, recentemente, a pré-candidatura para a constituição de uma ilha energética, numa das áreas de acolhimento empresarial.
Carla Antunes Borges realçou ainda que o ambiente integra a atual política municipal, tendo sido feito um reforço para o orçamento de 2022 com vista ao combate às alterações climáticas, adotando uma política ativa da promoção das energias renováveis.
Jorge Gaspar, em representação da Associação Industrial Portuguesa, explicou que “O Roteiro do Hidrogénio” serve para divulgar tecnologias associadas ao hidrogénio no contexto global da descarbonização da indústria, em geral da economia europeia e, em concreto, da economia portuguesa, “como uma alternativa verde aos combustíveis fósseis num contexto de futuro”.
Nuno Martinho, secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões, que também marcou presença na sessão, deu a conhecer que “a Comunidade Intermunicipal está a trabalhar no atual ciclo de programação comunitária, com a sua estratégia integrada no desenvolvimento territorial já definida” e aguarda “que seja aprovado o acordo de parceria entre o Estado Português e Bruxelas” para passarem à fase seguinte da contratualização do envelope financeiro para a região, que trará uma parcela significativa de apoio à economia e às empresas.
Realçou, ainda, que a preparação da agenda para o futuro com os municípios tem presente a questão da transição energética e da economia circular.

Este roteiro, apresentado hoje, está inserido no quadro da Estratégia Nacional para o Hidrogénio e do esforço coletivo para a promoção de uma política industrial em torno do hidrogénio verde, qualificando-o como uma das principais soluções para a descarbonização da economia, em conjugação com a criação de uma nova fileira industrial com potencial exportador e gerador de riqueza.
A iniciativa é promovida pela Associação Industrial Portuguesa e o Instituto Politécnico de Portalegre / Academia para o H2 (A4H2), com o apoio do Ministério do Ambiente e Ação Climática.

 

 

 

Agenda de eventos (2)

Câmara Municipal de Tondela © Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: mixlife